terça-feira, 30 de novembro de 2010

Revolução na internet: WikiLeaks desmascara imperialismo dos EUA!





O que ficava anos e anos escondido como "segredo de estado" agora está na internet para todos verem. O que era trabalho para os historiadores do futuro agora está disponível para qualquer um em qualquer lugar do planeta. Essa é a maior revolução que a internet trouxe para os cidadãos do mundo: apropriação coletiva da informação!

Pois bem. O sítio WikiLeaks, depois de demonstrar através de documentos que a guerra no Iraque e no Afeganistão é uma "guerra suja", com violações dos direitos humanos, torturas e assassinatos de civis inocentes, agora mostra que os EUA vivem espionando todo mundo, inclusive a ONU, incentivando golpes de estado e a guerra contra o Irã.

A base de dados revela a atividade de espionagem exercida pelas embaixadas dos Estados Unidos na Bósnia, Bulgária, Croácia, Macedônia e Turquia, em busca de informação que possa ser utilizada em chantagens contra esses países, alguns deles aliados dos Estados Unidos na Europa Oriental. Armênia, Azerbaijão e Geórgia também aparecem nos documentos vazados, além também de Rússia, China e República Popular Democrática da Coréia (RPDC). Índia, Afeganistão, Paquistão, países árabes e africanos, assim como Honduras, Colômbia, Paraguai, Brasil e Venezuela, na América Latina, foram também objetos de ampla espionagem por parte dos Estados Unidos.

Manuel Zelaya, presidente hondurenho deposto em um golpe no ano de 2009, falou sobre a cumplicidade americana no golpe que o tirou do governo em julho de 2009, após verificar os documentos sobre o seu país. "Fica clara a cumplicidade dos EUA ao conhecer previamente o planejamento e a execução do golpe de Estado e mesmo assim fazer silêncio", diz Zelaya em nota enviada da República Dominicana.

Mais uma vez fica a lição para aqueles que acham que a luta de classes e o imperialismo acabaram em 1989: o imperialismo está presente e é a causa de todos os principais conflitos no mundo.

Definitivamente, o império está nu.

4 comentários:

  1. Prezado Cristiano:

    Gostaria muito de ficar contente com as revelações do Wikileaks. Mas, por uma razão bem simples, não confio muito nestes "vazamentos" deste site - A Mídia corporativa está divulgando demais.
    A mídia nunca, eu disse NUNCA, divulgou qualquer coisa que fosse importante.
    Se a mídia está divulgando desta forma, que estamos vendo, é porque essas informações são PASTEURIZADAS, ou seja, sem importância estratégica.
    Ainda não sei se o ASSANGE é cúmplice desta palhaçada ou instrumento inocente de manipulação da massa.
    A mídia não publicou nada sobre a dominação do Haiti, pós-terremoto, pelas tropas americanas, não falou que esse ataque "false flag" da Coreia do Norte foi na realidade feito pelos americanos e ingleses para justificar a presença dos porta-aviões no local e amordaçar a Coreia do Norte, China e "acampar" a tropa naquela região. Isto "não vazou" no WLeaks eu garanto !!!!
    Mais uma vez, e repito quantas vezes forem necessárias: Não vamos defender o que não conhecemos a fundo.
    A princípio, desconfie sempre das informações divulgadas pela mídia corporativa - CNN, CBS, REUTERS, EFE, etc e leiam o que a mídia independente está nos alertando. Agindo assim, estaremos filtrando o tal do "PENSAMENTO ÚNICO", que são as notícias "da carochinha", que a mídia tenta nos empurrar goela abaixo.
    Esse seu site, Cristiano, é um dos que tocam na ferida e tentam acordar as pessoas deste pesadelo do "PENSAMENTO ÚNICO".
    Saudações a todos.

    ResponderExcluir
  2. Caro Ronald Mattos.
    Respeito seus argumentos mas não acredito que seja assim. Primeiro que soa muito conspiracionaista. Segundo porque de fato Assange é um incômodo a propaganda e imagem dos EUA.

    É claro que nem todas aquelas informações são verdadeiras, uma vez que se trata de impressões de "espiões- diplomatas".

    Mas isso por si só já é de grande serventia para denúncia do imperialismo para o grande público. Uma vez na internet a infomação passa a existir continuamente.

    Essa é a minha primeira impressão. Vamos ver o desenrrolar dos acontecimentos.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Cristiano:

    Eu sei que o WL aparenta ser "um agente" com boas intenções, MAS, é preciso olhar adiante desta aparência.
    O Greenpeace também aparenta ser "um agente" bonzinho, protege a natureza, os índiozinhos, o planeta Terra, etc. Só que esse GPeace, que usa o símbolo da Cruz de Nero ou anti-crística - aquela que os hippies usavam como "paz e amor", não tem nada de bonzinho nem protetor de natureza nenhuma, meu amigo; Assim como o WWF, o GP trabalha nas sombras por um mundo sem desenvolvimento, sem energias baratas como a nuclear, que é segura e todos os países podem desenvolvê-la. O outro ponto é a pseudo-proteção de índios - que esconde no seu bojo - a não exploração dos recursos minerais da Amazônia como ouro,urânio, Nióbio, entre outros, pelos países possuidores destas riquezas. Na África, onde os patrões do GPeace e do WWF devastam, com suas mineradoras, os recursos minerais, poluem com toda a espécie de porcaria - mercúrio,etc - NADA É MOSTRADO NA MÍDIA, NEM HÁ PROTESTO DESTES DOIS AGENTES BONZINHOS. Isto é, no mínimo, pitoresco, você não acha?
    Voltando para o WLeaks - Se houvesse os tais "vazamentos" e a Mídia não falasse nada, eu até poderia achar e dar algum valor a essas "revelações", mas do jeito que a Mídia Corporativa alardeou aos sete ventos, não acredito nas intenções e no grau de impacto desses "vazamentos".
    Eles ficariam como os vários posts de sites de internet, classificados com o odioso título de conspiracionismo e só uma parcela ínfima da massa ficaria sabendo, ou ao menos, leria sobre eles e pronto.
    Na minha opinião, acho que esses vazamentos foram uma experiência - as revelações foram amorfas, nebulosas e o pior - NÃO FORAM CHECADAS NEM COBRADAS PELA MÍDIA CORPORATIVA.
    E todo o mundo "comeu" essa "veracidade" do WLeaks. Acho que o governo, principalmente os Banksters - Banqueiros Gângsters,estão usando e vão usar o Wleaks futuramente para espalhar alienação e FALSA REALIDADE e simular indignação com os "vazamentos",dizer que isto é traição, que o Pentâgono está preocupado entre outras sandices e, com isso JÁ TERÃO FISGADO A MASSA ALIENADA para o que eles quiseram transmitir subliminarmente.
    Aí é que está o X da questão - O QUE ELES VÃO QUERER TRANSMITIR NAS FUTURAS REVELAÇÕES DO WL ?
    Com certeza, alguma coisa bem vil - que o Irã quer dominar o mundo ou que come criancinha no café da manhã, que o Brasil quer jogar uma Bomba atômica na Venezuela, que a Al quaeda está infiltrada em Cuba, que a Coreia do Norte realmente atacou a Coreia do Sul,que as crianças, queimadas com fósforo branco em Gaza pelos israelenses, foram responsáveis pelas duas baixas israelenses ou outra besteira de doer...
    Se você falar atualmente qualquer coisa contra o sagrado WLeaks, só faltam te por numa fogueira e te queimar vivo - tal é a eficiência do poder midiático.
    Se alguém tem alguma dúvida que o WL serve a este poder, aguarde os próximos lances...
    Saudações a todos,

    ResponderExcluir
  4. Caro Ronald Mattos.

    Respeito suas opiniões mas discordo com relação ao WL. É claro que não se trata denada "revolucionário", mas coloca a questão da contradição entre os meios de produção coletivos e a apropriação privada que deles o capitalismo faz.

    Com relação ao Grenpeace ou WWF já é público e notório seu caráter imperialista e anti-terceiro mundo.

    Mas vamos ver até onde vai o impulso do WL.

    Saudações.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.