segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Quantas esperanças.




Quem viveu as agruras da queda do "muro de Berlim", da ascensão do neoliberalismo, da patética teoria do "fim da história", dos trágicos governos Collor e FHC e de todos os outros mitos criados e recriados pelo imperialismo e seus sócios menores, não pode deixar de se satisfazer com a linda cena de ver uma bandeira do Partido Comunista do Brasil tremular comemorando a vitória de Dilma para presidente!

A cena foi reproduzida pela CNN e correu o planeta. O que será que passou pela cabeça dos donos do mundo quando viram essa cena? Dilma, "ex-terrorista", do Partido dos Trabalhadores, ganhou eleição e, dentre a multidão que comemorava, uma bandeira vermelha com a foice e o martelo destacava-se. -"Mas o comunismo não morreu?" Dirão alguns. -"Parece que não!" Dirão outros.

Já os trabalhadores em greve na França ficarão contentes. Os camponeses da Itália estão felizes. Na Inglaterra e nos EUA ninguém irá entender nada. Na Índia e na China bilhões irão entender tudo. Em algum lugar na Faixa de Gaza pessoas comemoram. Em Angola e Moçambique tambores rufam. Em Cuba e na Argentina todos reconhecerão essa imagem. Todos confirmarão que a América Latina está na esquerda.

A singela, pequena e reluzente bandeira do Partido Comunista do Brasil comemorando a vitória de Dilma manda um vigoroso sinal para esse sistema de poder decrépito: a história não acabou, os dados ainda estão rolando, o tempo não pára e os comunistas estão jogando.

Quantas esperanças no mundo estão embaladas naquela simples bandeira da foice e do martelo!

Parabéns ao povo brasileiro!

Viva aos trabalhadores!

Viva a luta antiimperialista!

2 comentários:

  1. Caro Capovilla, é por essas e outras que acredito na força do espírito nacional do povo BRASILEIRO.
    A existência do Partido Comunista do Brasil é uma necessidade objetiva para o grandioso momento que o País vivencia.
    Loas aos comunistas do brasil E SEU PARTIDO.

    abraço

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário Marden.

    Escrevi esse texto depois de ver imagens sobre a vitória da Dilma na CNN. Fiquei imaginando quantas pessoas no mundo viram aquela bandeira vermelha com a foice e o martelo e o que passaria por suas cabeças...

    Saudações.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.