sábado, 18 de setembro de 2010

Maranhão urgente: a esperança vencerá!

A eleição ao governo do Maranhão não está definida. Quem conhece minimamente a realidade do Estado aquilata que Roseana Sarney, mesmo liderando até este momento, a esta altura precisava e esperava estar assim como Eduardo Campo em Pernambuco e Cid Gomes no Ceará.

Em vão. Com o peso ostensivo da máquina, da manipulação, do controle (quase) total dos meios de comunicação, aparato de campanha monstruoso, imposição da força de governo sobre tudo e todos no Estado, ela só pode estar apreensiva. Sua campanha não acrescenta um ponto sequer nas pesquisas nas últimas semanas, malgrado a utilização total e acachapante das imagens de Lula e Dilma.

Ao contrário, Flávio Dino atropelou nestas duas últimas semanas, acrescendo 8 pontos, sinalizando que um segundo turno será contra ele, não Jackson Lago, que caiu 4 pontos. Flávio Dino, que se concentrou no interior no início da campanha, ainda tem reserva estratégica em São Luís, onde polarizou as eleições municipais há dois anos atrás.

A batalha estadual está, assim, em aberto. As expectativas estão mais acesas que nunca. O Maranhão merece e precisa se renovar, no rumo do que vem acontecendo no país com o governo Lula. Quarenta anos de um mesmo grupo político no Estado causaram estagnação e retrocessos. É hora de mudar, é possível mudar. Não é aspiração tão somente dos indômitos maranhenses, mas uma esperança nacional. A esperança tem nome: Flávio Dino, 65.


http://www.waltersorrentino.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após moderação.