sexta-feira, 9 de julho de 2010

Profecia...



"A candidatura de Flavio Dino, na qual eu não punha fé antes, é a maior manobra política realizada no Maranhão nos últimos anos. Ela coroará o sepultamento de todas as lideranças de oposição aos Sarney e legitimará Flávio como o único grande líder, o que certamente, mais cedo ou mais tarde – basta rever a história política de nosso estado – acabará fazendo com que ele galgue o Palácio dos Leões, dessa maneira, sem coadjuvantes. Fará isso graças à inexistência de opositores a sua altura na disputa, nem no grupo Sarney, nem no grupo contra Sarney, pois todos estarão mortos, física, moral ou politicamente." (grifo nosso).

A profecia acima citada foi feita por nada mais nada menos que o analista-mor do grupo Sarney Joaquim Haickel.

O que é interessante é que ele reconhece a decadência "moral e política" tanto do sarneísmo quanto do anti-sarneísmo. Acho que dessa vez o Haickel acertou.

Veja mais em:

http://colunas.imirante.com/marcosdeca/2010/03/26/joaquim-haickel-vai-direto-ao-ponto-sobre-alianca-ptpmdb-governo-roseana-e-flavio-dino/

2 comentários:

  1. Creio eu caro amigo, que uma lição de Gramsci não pode ser esquecida, nem tudo o que está morto está enterrado. Fiquemos atentos, pois muito ainda há para enfrentar, pois como disse Bob Marley, os maus não param de pensar em nos destruir, por isso fiquemos atentos.
    Já escrevi várias vezes sobre a crise do ofício político tradicional, neste aspecto vigiai, vigiai, vigiai.
    Estamos em estado de guerra, porque a política é a guerra de outros modos.
    Um abraço
    Ricardo André
    Mestre em Gestão Desportiva pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo comentário Ricardo André.

    Saudações.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.