terça-feira, 30 de março de 2010

Dino: "nossa candidatura não é para marcar posição, é para vencer!"



“Não há vencedores nem vencidos no PT. A disputa foi entre a mudança e Roseana Sarney. O partido adotou uma postura combativa, valente, independente e comprometida com a mudança. E nessa disputa Roseana Sarney foi a única derrotada”, disse o deputado Flávio Dino, do PCdoB, durante coletiva de imprensa ontem (29), em São Luís, após seu nome ter sido indicado como pré-candidato a governador em encontro do PT.

No encontro, ocorrido sábado, houve acirrada disputa em que a decisão foi tomada com a diferença de apenas dois votos. O deputado e pré-candidato manifestou convicção de que os petistas entrarão unificados na campanha.

Para Flávio Dino a decisão do encontro do PT antecipou o que acontecerá em outubro. “Nossa candidatura não é para marcar posição, é para vencer. Vamos virar a página da história e conectar o Maranhão com as mudanças que estão acontecendo no Brasil no governo Lula”, afirmou.

Flávio Dino reiterou o apoio ao presidente Lula e à ministra Dilma Rousseff, pré-candidata a presidenta. “A ministra Dilma já tem um palanque no Maranhão, o principal palanque, que é o nosso, é o da esquerda”, garantiu.


Unidade do PT

Flávio Dino acredita que o PT estará unido em seu palanque. Ele disse que o próprio presidente do partido, Raimundo Monteiro, já declarou que a decisão dos delegados será respeitada. A possibilidade de uma intervenção do diretório nacional para alinhar o partido com Roseana foi descartada por Flávio Dino e também pelo vice-presidente do PT maranhense, Augusto Lobato.

Na proclamação dos resultados, ao final do encontro, o Secretário Nacional de Organização, Paulo Frastechi, afastou qualquer possibilidade de intervenção ao dizer que todo o processo tinha transcorrido com normalidade.

Apoios

Depois do anúncio oficial do apoio do PT, Flávio Dino receberá no dia 10 de abril a adesão do PSB, conforme ele próprio anunciou. Outros partidos também estão sendo procurados, como o PCB, PPS, PRB, PP, PMN e PRTB. “Vamos conversar com todos aqueles que estiverem dispostos a se engajar num grande movimento de renovação e mudança no Maranhão”, disse.

A entrevista de ontem, conforme planejamento da pré-campanha, foi a primeira de uma série de atividades que serão realizadas durante o mês de abril para divulgar a pré-candidatura de Flávio Dino.

www.vermelho.org.br

2 comentários:

  1. É isso aí, companheirada!
    Estamos juntos nessa luta. Por um Maranhão feliz/livre e para todos(as) os(as) maranhenses!

    ResponderExcluir
  2. Que bom Leonel.

    É uma honra estar a seu lado em mais essa luta.

    Os melhores devem estar desse lado, e vc é um deles.

    À vitória !

    Saudações.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.