segunda-feira, 5 de outubro de 2009

FLÁVIO DINO É O NOVO PRESIDENTE DO PCdoB.


Como parte estadual do 12º Congresso Nacional do PCdoB, a 11ª Conferência do Maranhão foi um sucesso de público e crítica. Cerca de 500 delegados representando mais de cem diretórios municipais estiveram sábado e domingo, 3 e 4 de outubro, na Assembléia Legislativa, debatendo o Novo Programa Socialista, elegendo os delegado ao Congresso Nacional e escolhendo a nova direção estadual do Partido. A plenária estadual é precedida das municipais que, por sua vez, é precedida das reuniões dos organismos de base. Nesse processo mais de 5.500 filiados participaram, discutiram e elegeram seus representantes à 11ª Conferência Estadual. Os números falam por si e demonstram a enorme mobilização do contigente partidário para as batalhas vindouras.


Mas queria destacar aqui o processo da eleição da nova direção estadual, notadamente do novo presidente do Partido: Flávio Dino.


Ao contrário de outras legendas, o PCdoB prima pelo debate franco e democrático sobre os nomes que deverão compor suas direções. Esse debate é lastreado por critérios políticos que irão determinar as ações do partido durante o mandato da nova direção. Isso quer dizer que a nova direção sempre é escolhida dentro das determinações das tarefas políticas que deverão cumprir ao longo do mandato. Elege-se direções para comandar tarefas e enfrentar desafios e não para simplesmente "mandar" no Partido. Ademais, a Direção do PCdoB é colegiada, garantindo isonomia entre todos os membros da direção. Promovendo um debate qualificado e politizado, o Partido sai mais unido e convicto do seu processo eleitoral e não, como costuma ocorrer, dividido entre vencedores e vencidos. Não se trata de ser melhor ou pior que os outros partidos, apenas que o PCdoB sai mais unido, fortalecido e convicto dos seus processos eleitorais. A eleição das direções é, portanto, mobilizadora do partido!


Pois bem. A escolha de Flávio Dino para presidente do Diretório Estadual, em substituição a Gerson Pinheiro, foi a prova definitiva do que disse acima. Gerson Pinheiro, operário ferroviário, maranhense, negro, dirigiu nosso partido por mais de dez anos. Militante aguerrido, foi alçado à presidência do Partido vindo do movimento sindical. Corajoso, aceitou o desafio da direção, amparado pelo coletivo dirigente. Ciente das suas responsabilidades, Gerson estudou, se formou em Geografia pela UFMA, aprimorou seus conhecimentos sobre a realidade do Estado e formulou as diretivas que trouxeram o partido até essa 11ª Conferência. Como um verdadeiro militante - desses que são raros hoje em dia - passou a presidência do Partido à Flávio Dino reconhecendo o novo momento do Partido, que ele mesmo ajudou a construir, e, emocionado, se colocou à disposição "para continuar trabalhando pelo Partido!!". Gerson Pinheiro é agora o Secretário de Organização.


Já o Presidente eleito Flávio Dino passou a ser o herdeiro das profundas tradições do movimento comunista em nosso estado, movimento esse recheado de heróis anônimos, militantes aguerridos e mártires das lutas do povo. Flávio alia a essas tradições gloriosas do passado o tempero das lutas presentes e a esperança no futuro. A eleição de Flávio Dino como Presidente Estadual do Partido, às novas filiações, a permanência dos nossos experientes dirigentes e a definição de apresentar candidatura à sucessão estadual, integrando uma frente com setores progressistas, democráticos e de esquerda, foram os pontos mais altos dessa fantástica 11ª Conferência.


Encerro esse relato pessoal com a alegria e a certeza de mais uma tarefa cumprida. Como é da nossa tradição, o pensamento dos clássicos devem sempre ser revisitados, para que lancem luz às nossas práticas cotidianas. Então um pouco de reflexão marxista-leninista para orientar nossas ações:
"Para conduzir o povo à vitória, um partido deve se apoiar na justeza da sua linha política e na solidez da sua organização"

Mao Tsé-Tung (Sobre a prática e sobre a contradição).


"Podemos e devemos empreender a construção do socialismo não com um material humano fantástico, ideal, mas sim, com material humano real, com as pessoas que vivem e atuam ao nosso lado (...) Temer o crescimento do partido com medo de um 'espírito reacionário', é uma grande tolice, pois equivale a temer o papel de vanguarda do proletariado, que consiste exatamente em instruir, ilustrar, educar, atrair para uma vida nova amplas camadas políticas e sociais. Aí reside a força de um partido revolucionário".

Lênin (Esquerdismo, doença infantil do comunismo).

14 comentários:

  1. Um abraço ao Companheiro Gerson pelo seu trabalho e parabéns ao PCdoB pela escolha

    ResponderExcluir
  2. Comunicarei o abraço ao Gerson e agradecemos as felicitações.
    Desejo igual sorte ao PT na escolha das suas direções.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  3. É o primeiro relato que leio sobre a Conferência Estadual do MA. Pelo jeito a coisa vai de vento em popa!

    Saudações, e nos vemos por aqui dentro de um mês!

    Fábio Palácio

    ResponderExcluir
  4. Essa é uma das tantas vitórias que viram!!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Camarada Fábio Palácio.

    Só agora pude relatar algo sobre o Congresso. Foi um trabalho duro para realizar a maior Conferência do estado e, acredito eu, uma das maiores do país!!

    Mandarei um e-mail com detalhes.

    E quando é que sua pena vai dar o ar da graça aqui no blog ? A terra de Gonçalves Dias merece receber suas letras... Não achas !!!???
    Rsrsrsrs...

    Saudações.

    ResponderExcluir
  6. Sr. Anônimo.

    É o que o povo do MA espera !!!

    Saudações.

    ResponderExcluir
  7. querido capovilla, fico feliz com a tua análise sobre a nossa 11a Conferência Estadual.
    De fato não se pode subestimar a capacidade dialética do partido.
    O PCdoB que vem das entranhas do povo brasileiro e tem história tão bravia quanto a de seu povo, pois ele é seu próprio povo, daí advém sua verdade histórica e seus ensinamentos revolucionários.
    Estou a 15 anos no PCdoB e me sinto realizado fazendo parte dessa história.
    A 11a Conferência do PCdoB no Maranhão como parte do 12o Congresso dos Comunistas do Brasil será inesquecível. O Projeto do PCdoB é ousado, está no centro dos debates e tem ampla ressonância no meio da sociedade: unir a grande Nação brasileira em torno de um Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento. E aqui no Maranhão teremos também essa missão.
    Forte abraço no Gerson, no Flávio, no Oliveira, no Haroldão, no Jorge, enfim, em todá a Direção partidária, pela bravura e grande sentimento nacional popular. Viva o PCdoB!!!!

    ResponderExcluir
  8. Caro Marden.

    Falar do PCdoB é como falar de uma obra, um monumento, que ajudamos a construir mas que é sempre maior do que nós... Um misto de gratidão e recompensa. Como dizia o velho e saudoso camarada Edvar "o Partido só nos dá alegria" !!!

    De todos os rostos que olhei na Conferência o que mais me chamou atenção foi o do velho Jacó. Fiquei muito feliz em olhá-lo, diria mesmo com saudades daquele rosto camponês que me remete aos primeiros anos no Partido... E olha que lá se vão quase duas décadas....

    Caro Mardem: Prepare as malas e a intervenção especial pois estaremos juntos no 12º Congresso Nacional do PCdoB. Um Congresso histórico que aprovará o Novo Programa Socialista para o Brasil !!!!

    Viva o PCdoB !!!!

    ResponderExcluir
  9. Os últimos acontecimentos da política no Estado do Maranhão estão constituindo a nossa frente verdadeiras transformações da política, com efeitos avassaladores materializados entre outras coisas pela crise da representação política, materializada entre vários elementos, pela aversão à política, tendo em vista o aumento da dúvida e do questionamento dirigidas ao ofício tradicional da política, o esvaziamento de partidos e a perda da ideologia de alguns destes, com um troca-troca de legendas abrupto.
    Fora de sintonia, a linguagem que este ofício tradicional da política faz uso não tem a menor compatibilidade com os modos necessários para lidar com os problemas culturais de nosso tempo, o que é necessário de modo urgente, o nascimento de uma nova cultura política.
    Com isso, o PCdoB dá provas cabais dessa empreitada com a chegada de Aldo Rabelo a Presidência da Câmara Federal, com a aderência da população ao nome de Flávio Dino para a Prefeitura de São Luís, candidatura usurpada por manobras arraigadas, sujas e suspeitas, as quais estão sendo averiguadas pela justiça eleitoral, fadou ao insucesso tal tentativa, cujas conseqüências sentimos na pele todos os dias quando saímos de casa. A cidade está abandonada pela gestão do ofício tradicional do Prefeito João Castelo, carregada de erros, trapalhadas, inércia e falta de transparência.
    A candidatura de Flávio Dino ao governo do Estado é uma realidade concreta, bem como o próprio crescimento do PCdoB, de suas alternativas de trabalho que comovem gradativamente uma multidão de pessoas por todo o Estado, elementos estes que unidos vem dando abertura a uma nova cultura política no nosso Estado.
    Ao fazer uso de uma perspectiva cultural da política, não vejo alternativa melhor para o Maranhão do que este movimento que está constituindo gradativamente todo tecido social do Estado, visto a alternativa concreta da materialização de um novo projeto de desenvolvimento para o mesmo.
    Flávio ao ser alvo de avaliação dos órgãos que avaliam o ofício político dos parlamentares brasileiros, foi apontado o quarto melhor deputado de todo o Congresso Nacional, avaliação essa que não apontou nenhum dos senadores de nosso Estado como propício de boa desenvoltura.
    Assim, não pode passar despercebida a materialização de uma nova cultura política no Maranhão, como nunca se viu nesse Estado e que nos faz pensar que sim, nós podemos, todos nós maranhenses apostar, assumir a audácia da esperança por tempos melhores, por outros modos de vida que este Estado jamais viu.
    Sim, nós podemos.
    Ricardo André
    Mestre em Gestão Desportiva pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto-Portugal.

    ResponderExcluir
  10. Caro Ricardo André.

    Vc coloca muito bem a questão de uma "nova cultura política" principalmente em si tratando do MA. A superação das formas oligárquicas de gerir o estado está na ordem do dia da luta política. E É exatamente nesse ponto que Flávio Dino é reconhecidamente a melhor alternativa para nosso estado.

    Aproveito para sugerir que vc desenvolva essa análise e, se quiser, divulgue em nosso blog.

    Obrigado pelo comentário.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  11. Espero que ao contrário das eleições de 2008 para a Prefeitura de São luís, o PCdoB aprenda a olhar com mais carinho para aqueles que não se embebedam dos circulos maiores do Partido, falo daqueles que de sol em sol saem com o fólego da luta social pelas ruas, em busca de uma mente aberta para compactuar idéias.
    Não se deixem cair na robustez e no burrocracismo...Somos de esquerda...valorizem a história de luta do Partido...


    Abrçs!!!PCdoB
    Avante Camaradas rumo ao Governo do Estado em 2010...O PCdoB também estará em LAGO DA PEDRA!!!

    Morais Filho

    ResponderExcluir
  12. Caro Morais Filho.

    Em uma batalha política muitas são as frentes de ação. Tenho certeza que, como aprendemos em nosso partido,cada um realiza sua tarefa como se fosse a da maior importância. Por acaso algum erro ou descuido dessa máxima foi apenas secundário, não se constituindo na nossa maneira original de agir.

    Podes estar certo que 2010 estaremos de novo nas ruas!!!!

    Saudações.

    ResponderExcluir
  13. tenho esperança do dep flavio dino ser o nosso gonvernado. para tirar das mão da familia saney o nosso belo estado que vivi passando por momentos dificil (FLÁVIO DINO É A NOSSA ESPERANÇA PARA O NOSSO ESTADO)

    ResponderExcluir
  14. Vamos trabalhar muito para que isso aconteça. Sair das mãos do sarneísmo e também dos tucanos do PSDB. Temos que derrotar essas oligarquias !!!

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.