sábado, 20 de junho de 2009

Em defesa do Irã !


Não posso mais ficar calado a essa 'onda' contra-revolucionária implementada pela grande mídia imperialista contra a soberania do povo iraniano. Por isso resolvi fazer um contraponto à crença generalizada de que o Irã é um país antidemocrático, atrasado e que vive sob uma ditadura religiosa. Sem entrar no mérito se houve ou não fraude nas eleições - e de que tamanho foi essa fraude - quero discutir as causas profundas e complexas do evento que estamos assistindo.

De fato, os EUA nunca 'engoliram' a revolução islâmica de 1979 que tomou o poder do absolutista e bilionário Xá Reza Pahlavi, títere do governo ianque. Nada disso teria importância se o Irã não estivesse em cima das maiores reservas petrolíferas da terra. Pela primeira vez na contemporaneidade realizou-se uma revolução popular, democrática e anti-imperialista sem o auxílio ideológico e organizativo do marxismo-leninismo, isto é, ocorreu uma revolução social guiada pelo islã! Para nós ocidentais pode parecer estranho, mas no oriente médio, desde as 'cruzadas medievais', o islã é a garantia da unidade e do nativismo daqueles povos.

As pessoas nem sequer sabiam que havia eleições presidenciais no Irã. Lá também tem parlamento eleito e um colegiado de líderes chamado "Conselho dos Guardiães", que institucionalizam a vida política do país. É, portanto, um país democrático. Por que os liberais imperialistas nada dizem sobre o absolutismo infame da Arábia Saudita ? Lá não há eleições, prevalece uma interpretação radical do Coorão e apenas uma família de bilionários manda e desmenda naquelas terras. Nunca vi uma crítica à Arábia Saudita e ao seu feudalismo político. Aqui, mas uma vez, o que determina o que é ou não democrático é a permissão à livre ação das multi-nacionais do imperialismo. Por esse critério a Arábia Saudita é democrática juntamente com o Iraque e o Afeganistão.

Para quem ainda tem dúvida de que está ocorrendo uma tentativa de derrubar o sistema anti-imperialista iraniano patrocinado pelas potências estrangeiras (leia-se EUA e Israel), vai o comentário de Paul Craig Roberts que foi secretário-assistente do Tesouro dis EUA durante o governo do direitista Reagan. Para ele “[a ONG] National Endowment for Democracy gastou milhões de dólares na promoção de revoluções "coloridas" (...). Parte desse dinheiro parece ter chegado às mãos dos grupos pró-Mousavi, que têm laços com organizações não-governamentais fora do Irã financiadas pela [ONG] National Endowment for Democracy. A Foundation for Democracy, é "organização privada, sem finalidades lucrativas, fundada em 1995 a partir de doações da ONG National Endowment for Democracy, NED, para promover a democracia e o respeito aos direitos humanos no Irã." Além disso, "parece evidente que há manifestantes sinceros nos protestos de rua em Teerã. Mas há também muito evidentes sinais que são como marca registrada da CIA, já observados na Georgia e na Ucrânia. É preciso ser completamente cego para não os ver em Teerã", assinala o ex-secretário. (O texto original pode ser encontrado em http://www.vermelho.org.br/).

Por fim, gostaria de dizer que nesses tempos nebulosos, em que o imperialismo agoniza em uma crise sistemática, é preciso mais que imagens para enchegarmos a verdade dos fenômenos. Me solidarizo aos iranianos que defendem suas instituições revolucionárias, e que, apesar da maré de notícias falsas, acredito mais uma vez que o povo iraniano saberá surpreender o mundo e decidir sobre os seus próprios destinos.

3 comentários:

  1. E aê, rapaz?

    Percebi que o assunto "arte" é o segundo tema listado na tagline do teu blog. Não pretendes falar nada sobre este grande acontecimento da cultura mundial que foi a morte de Michael Jackson?

    Abr,

    Fábio Palácio.

    ResponderExcluir
  2. Caro Fábio Palácio.

    Que prazer recebê-lo ! Como vai "aquela vida à toa" aí em SP ? De fato deveria escrever algo. Mas são tantas coisas e, além disso, não possuo o seu talento na escrita...Mas vou aceitar o desafio e logo, logo devo postar algo.
    Aproveitando a visita estou querendo a entrevista com o Suassuna na forma eletrônica, para tembém postar no blog. Acho que suscitaria um bom debate!

    Saudações e volte sempre ! Inclusive com contribuições !

    ResponderExcluir
  3. o irã tem o direito de ter inclusive armas nucleares já que o estado sionista tem mais de 300

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após moderação.